Zoológico Guia Cidades - Notícias, Turismo, Negócios, Cultura, Eventos, História
  • Sábado, 19 de outubro de 2019
Portal da Cidade de Ribeirão Preto
Zoológico

O Zoo de São Paulo foi criado em junho de 1957 a partir de uma instrução do então governador Jânio Quadros ao diretor do Departamento de Caça e Pesca da Secretaria da Agricultura, Emílio Varoli.

Os primeiros animais exóticos, como leões, camelos, ursos e elefantes, foram adquiridos de um pequeno circo particular e os brasileiros, incluindo onças e galos da serra, em Manaus.

A inauguração do local, prevista para janeiro de 1958, teve que ser adiada devido a fortes chuvas. Mas em 16 de março foi aberto oficialmente o Zoológico de São Paulo. Naquele ano a entrada era gratuita. A partir da criação da Fundação Parque Zoológico de São Paulo, em 1959, os ingressos passaram a ser cobrados.

Consciente de sua responsabilidade no contexto conservacionista nacional, o Zôo de São Paulo tornou-se a primeira instituição brasileira a propor e participar efetiva e decididamente em múltiplos programas de recuperação de espécies brasileiras criticamente ameaçadas de desaparecimento, tais como os micos-leão, os pequenos felídeos neotropicais, araras de leari e ararinhas azuis.

Como reflexo dos constantes investimentos e aprimoramentos ocorridos na Fundação Parque Zoológico de São Paulo desde a sua criação, em 1994 o Guinness Book outorgou o diploma de maior Zoológico do Brasil. Neste mesmo ano, após atender a todas as especificações básicas contidas na legislação pertinente, foi classificada na categoria "E", a mais alta, junto ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Em maio de 2001 a área ocupada pela empresa Simba Safari foi reincorporada à Fundação Parque Zoológico de São Paulo, sendo reaberta ao público como "Zôo Safári" em 5 de junho do mesmo ano.

Ocupando área de aproximadamente 900 mil m², em sua maior parte coberta por mata atlântica, o parque abriga as nascentes do histórico riacho Ipiranga, cujas águas formam os lagos que acolhem exemplares de aves de várias espécies exóticas, nativas, além de migratórias. Hoje a população global da Fundação Parque Zoológico de São Paulo ultrapassa 3,2 mil animais cadastrados, representando aproximadamente 200 espécies de aves, 100 de mamíferos, 98 de répteis, além dos anfíbios e invertebrados. São encontrados exemplares raros de rinocerontes branco, arara-spix, arara-de-lear e micos-leão.

No cenário científico, o Zôo de São Paulo tem apresentado uma contribuição altamente significativa, em especial de temas referentes a problemas da fauna brasileira. Para isso, muito tem colaborado os contatos técnico-científicos com outros centros de pesquisa, entre os quais encontram-se o Instituto Butantan, o Instituto Biológico de São Paulo e o Instituto Adolfo Lutz, além de convênios com a Universidade de São Paulo, Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (Unesp), Universidade Federal de Campina Grande (PB), Universidade Estadual de Londrina (PR) e a Universidade Federal de Santa Maria (RS).

Com visitação anual de aproximadamente 1,6 milhão de pessoas, o local oferece visitas monitoradas ao público, cursos para professores, passeios noturnos e apresentações didáticas sobre os animais, dentre outros aspectos de preservação do meio ambiente.

Horário: terça a domingo, das 9h às 17h.

Fonte: Cidadedesaopaulo.com 

www.zoologico.sp.gov.br



Avenida Miguel Stefano, 4.241
Água Funda - Zona Sul (Metrô Jabaquara)
Telefone: 11 5073 0811
São Paulo - SP

Veja Mapas atualizados de Ribeirão Preto



Ver mapa em tela cheia e o que encontrar próximo a este endereço

Veja também :


ultimas noticias

Classificados do Jornal da Cidade/Ribeirão Preto


Classificados do Jornal da Cidade: Veículos, Imóveis, Diversos.


Sua empresa ainda não tem site?