Acupuntura ajuda a tratar dor de cabeça Guia Cidades - Notícias, Turismo, Negócios, Cultura, Eventos, História
  • Domingo, 05 de julho de 2020
Portal da Cidade de Ribeirão Preto
Acupuntura ajuda a tratar dor de cabeça

Por Dr. Renato B. Bestetti

Quando sentimos dor, queremos resolvê-la rapidamente e uma das dores mais frequentes em consultórios médicos, cefaléia ou dor de cabeça, tem várias causas. Para facilitar seu entendimento, são divididas em primária (enxaqueca, cefaléia tensional, cefaléia em salvas, etc) ou secundária (sinusite, otite, glaucoma, distúrbios da articulação temporo-mandibular, etc). Elas também diferem quanto a quadro clínico, diagnóstico e terapêutica.


Nas cefaléias secundárias o tratamento é dirigido para a causa, geralmente com boa resposta e pode haver cura. Nas cefaléias primárias o tratamento é diferente, a dificuldade em alguns casos é maior, a solução mais demorada, embora o médico disponha atualmente de vários medicamentos que, isolados ou em combinação, podem trazer alívio em mais de 80 % casos.


Na tentativa de ampliar esta eficácia terapêutica, pensando naqueles 20% com maior dificuldade de resolução da cefaléia primária, na última década algumas alternativas tem despontado como possíveis coadjuvantes dos  analgésicos comuns e dos antienxaquecosos específicos .


Recentemente, Jena e colaboradores ( Cephalagia 2008 ; 28(9):969-979) nas Universidades de Berlin, Freiburg e Hamburg,  pesquisaram  a eficácia da acupuntura associada ao tratamento usual da cefaléia primária, comparados a pacientes tratados sómente com esquemas de rotina.


Os pacientes foram selecionados ao acaso, 1613 pacientes para o grupo da acunputura e outros 1569 para o controle, enquanto 11874 para o grupo de acupuntura não-randomizado (não quiseram arriscar para cair no grupo controle e preferiram acupuntura imediatamente ).


Simplificadamente, um estudo de intervenção e outro coorte prospectivo. Objetivamente, os pacientes recebiam até 15 sessões de acupuntura durante 3 meses ou permaneciam em um grupo controle sem acupuntura, ambos recebendo tratamento de rotina. Foram avaliados para número de dias com cefaléia, intensidade da dor e qualidade de vida  no início do estudo, aos 3 meses e finalmente aos 6 meses.


Seu principal resultado foi: acupuntura reduz número de dias  com cefaléia primária, intensidade da dor e melhora a qualidade de vida aos 3 meses, efeitos mantidos até os 6 meses. Estes achados também foram demonstrados no grupo de pacientes não-randomizados que partiu direto para acupuntura.


Embora o interesse científico na acupuntura seja impressionante, os precisos mecanismos subjacentes desta técnica são ainda pouco compreendidos. Um dos seus problemas é que se ela fosse uma intervenção causal, seria importante conhecer uma explicação sobre seu minucioso funcionamento nas cefaléias, o que não parece estar claro na literatura até o momento.


Na prática clínica, é um reforço para ampliar o sucesso terapêutico em alguns casos e não é a primeira opção nem substitui o tratamento clássico , medicamentoso ou não.


Fonte: Estudos realizados pelo médico neurologista 
Dr. Renato B. Bestetti para Saúde em Foco.

Veja mais notícias sobre Saúde em Foco no Blog:

www.cidadederibeiraopreto.com.br/saudeemfoco/

 





Veja Mapas atualizados de Ribeirão Preto


Anuncie aqui

Veja também :


ultimas noticias

Destaques



Classificados do Jornal da Cidade/Ribeirão Preto


Classificados do Jornal da Cidade: Veículos, Imóveis, Diversos.


Sua empresa ainda não tem site?