Paraná. Curitiba a Morretes ou Paranaguá Guia Cidades - Notícias, Turismo, Negócios, Cultura, Eventos, História
  • Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019
Portal da Cidade de Ribeirão Preto
Paraná. Curitiba a Morretes ou Paranaguá

Serra Verde Express

Início de operação:
1997

Origem: Estação Ferroviária de Curitiba 
Destino:
 Estação Ferroviária de Morretes ou Paranaguá

Duração:
3 horas

Dias e horários:
Diariamente a Morretes e somente aos domingos a Paranaguá / Trem: 8h15 Lito: 9h15

Tarifa:
Classe Econômica R$ 28,00 / Classe Turística R$ 53,00 / Classe Executiva R$ 84,00 / Litorina R$ 126,00

A Estrada de Ferro Curitiba-Paranaguá foi criada em 1880. Construída sobre a Serra do Mar, teve de vencer grandiosos obstáculos do relevo que pareciam ser impossíveis de se realizar para construção de sua linha férrea.


Seu primeiro trecho foi inaugurado em 1883 e já em 1885 estava concluída, sendo então, a primeira ferrovia do Estado do Paraná. Mais tarde continuou se expandindo até 1892 quando alcançou o porto de Antonina.


A linha ainda hoje, em seus 110 quilômetros de extensão que descem os 900 metros da serra, guarda alguns trechos originais daquele tempo, o que perpetua a comprovação do arrojado projeto do século passado.


O trajeto pode ser feito de trem com a classe econômica, turística e executiva, totalizando uma frota composta por 18 carros que transportam até 904 passageiros, ou em litorina ? automotriz feita de metal e movida a diesel ? com capacidade para 56 passageiros.


Nos primeiros 22 quilômetros de trilhos, o trem atravessa os municípios de Pinhais e Piraquara. Logo depois, em mais alguns minutos de passeio, chega-se até o Túnel de Roça Nova, o primeiro de outros 13 túneis que se encontram no percurso e atravessam a maciça rocha da grandiosa serra.

Logo em seguida, a linha segue em direção à Casa Ipiranga, que serviu de hospedagem para figuras ilustres da nossa história, como o Imperador Dom Pedro II. Mais à frente, os passageiros se depararam com a cachoeira Véu da Noiva, com grande volume de água saindo da rocha.

Bem perto dali, antes de chegar ao décimo primeiro túnel, se encontra o imponente Pico do Diabo, enorme rochedo com uma fenda entre duas escarpas, dando a sensação de que a qualquer momento tudo aquilo irá se desprender da serra.

Na Estação de Marumbi, é possível tirar belas fotos da natureza que compõe o Parque Nacional do Pico do Marumbi, criado em 1990, com mais de 2300 hectares.

A próxima parada é a Estação de Morretes, cidade histórica onde o passageiro pode aproveitar para comprar lembranças do artesanato local e experimentar o barreado, prato típico do litoral do Paraná.


Feita a visita em Morretes, é hora de percorrer os últimos 41 quilômetros do passeio até chegar à cidadezinha de Paranaguá. Com seus 349 anos, a cidade não só é a mais antiga do Paraná, como abriga o porto de maior movimento em toda a região sul do país.


Mais Informações:
Serra Verde Express
Telefone: 55 41 3888 3488          

www.serraverdeexpress.com.br                 






Veja Mapas atualizados de Ribeirão Preto

Veja também :


ultimas noticias

Classificados do Jornal da Cidade/Ribeirão Preto


Classificados do Jornal da Cidade: Veículos, Imóveis, Diversos.


Sua empresa ainda não tem site?